“Todas as pessoas precisam de um coach!”

Bill Gates (Microsoft)

Quando um executivo pensa em contratar um coach para um subordinado, é muitas vezes com o intuíto de corrigir um problema.

Mas isto seria limitar, e muito, o poder do coaching. O coaching é simplesmente um acompanhamento personalizado para atingir um objetivo que é a mudança / melhoramento / transformação / aprendizagem. Não deve ser visto como uma forma de resolver um problema.

Existem várias abordagens e contextos de coaching. Muito do que é vendido como coaching é superficial e não tem fundamentos em psicologia e estudos académicos. Mas, há também todo um ramo de “evidence based coaching” que procura um fundamento e onde os coaches terão mais conhecimentos teóricos para experimentarem com mais abordagens. A maior parte dos “coaches” com talvez uma(s) semana(s) de formação, é que aprenderam a usar um modelo de coaching.

—Belief based Coaching vs. Evidence based Coaching.—
Ho Law, The Psychology of Coaching, Mentoring and Learning.
Professor “University of East London”, UK.

Abordagem / Contexto / Modelo

  • Uma abordagem de coaching tem uma filosofia e fundamento psicologico. Algumas abordagens mais comuns poderão ser Solution-Focussed Coaching; Cognitive Behavioural Coaching; Positive Psychology Approach to Coaching, The Psychodynamic Approach to Coaching, etc. 
  • Contextos de coaching poderão usar uma (ou mais) das abordagens mencionados. Alguns contextos serão: Skills & Performance Coaching, Transformational Coaching, Executive and Leadership Coaching, Team Coaching, Life Coaching, Career Coaching, Cross-Cultural Coaching, etc.
  • Um modelo é o que um coach pode usar para estruturar a conversa com o cliente. Um modelo comum utilizado para estruturar uma sessão de coaching é o modelo GROW (goal, reality, opportunitues, way forward). Este modelo, ou outros modelos semelhantes permitem ao coach facilitar uma conversa estruturada com uma finalidade.

Muitos cursos de coaching treinam as pessoas na utilização de um modelo, como o GROW, mas os formandos não aprufundam os conhecimentos além disso. Na sua empresa, pode ser útil ter algumas pessoas treinadas na utilização de um método de coaching, mas o uso é limitado e o conhecimento dos coaches com esta formação é escasso, e insuficiente para um leque maior de contextos.

 

“Coaching is a conversation which leads to change in thinking
or behaviour; otherwise it would just be a conversation!”

Dr Christian van Nieuwerburgh

 

The Complete Handbook of Coaching. Cox, Bachkirova, Clutterbuck.

NEIL MASON
Pós Graduação
Coaching & Mentoring
Universidade de Gloucestershire

neil@newmind.pt